Nas pistas, sim. De graça, não!

Em meio à finalização do terceiro álbum, ainda sem nome, Franz Ferdinand promete um trabalho com uma batida disco, apesar da música em si “não ser necessariamente disco“, de acordo com Alex Kapranos, vocalista da banda. O álbum tem “algo daquele ritmo e faz você se mexer daquele jeito”.

Na produção do disco, com lançamento previsto para janeiro de 2009, o quarteto conta com a parceria de Dan Carey – britânico com currículo recheado de artistas como Hot Chip, Brazilian Girls, Lily Allen, Fatboy Slim, Kylie Minogue e CSS – e entre as curiosidades das gravações, Kapranos comenta o uso de efeito Doppler ( “é igual quando você está na rua e ouve uma ambulância passando e a altura da sirene muda ao passar por você”), além da importância da gravação ser feita ao vivo, com poucos ensaios, descartando gravar cada instrumento separadamente, caso contrário a gravação ficaria “sonoramente perfeita, mas emocionalmente vazia”.

Apesar de bandas como Radiohead e Nine Inch Nails disponibilizarem seus mais recentes trabalhos para download gratuito, Alex Kapranos é categoricamente contra: “isso não é legal”. “É graças a selos como a Domino que tantas bandas podem sobreviver. Se tirar o seu sustento, elas desaparecerão”.

Via: Newsbeat

Anúncios

Uma resposta

  1. Hey.. também não conhecia seu bluóg…rs
    o FIT foi beeem fraquinho… a abertura foi um equívoco absurdo, o não lugar tava bem morno e o resto nem vi, pq não tinha mais ingresso ¬¬

    Mas to no aguardo pro novo do Franz \o/

    see ya! 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: