Distopia e subversão

Admirável mundo novo é uma distopia escrita por Aldous Huxley em 1932 em que as pessoas, num futuro hipotético, são “fabricadas” e condicionadas pela hipnopedia para aceitarem obedientemente as regras estabelecidas num mundo onde relações familiares, cultura e religião são alguns dos tabus sociais.

No 3º capítulo do livro, numa narrativa que intercala quatro cenas diferentes entre um parágrafo e outro, vamos conhecendo melhor o mundo imaginado por Huxley onde os anos são contados a partir da criação do Ford T e a expressão religiosa Nosso Senhor deu lugar a Nosso Ford. Ao longo da palestra do Administrador Mundial Mustapha Mond sobre como o mundo era horrível cheio de mães, pais, livros, museus e que “A história é uma ilusão”, recebemos pequenas doses da hipnopedia:

“Os fatos velhos são detestáveis. Nós rejeitamos sempre os fatos velhos. Mais vale destruir que conservar, mais vale destruir que conservar. Quanto mais se remenda, pior se fica. Quanto mais se remenda, pior se fica. Como gosto de ter fatos novos. Como gosto de ter fatos novos. Como gosto de andar de avião, como gosto de andar de avião.”

Da distopia de Huxley para a subversão de Chuck Palahniuk, em No Sufoco:

“O irreal é mais poderoso do que o real.

Porque nada é tão perfeito quanto você você pode imaginá-lo.

Porque é só idéias intangíveis, conceitos, crenças, fantasias que duram. Pedra desintegra. Madeira apodrece. Pessoas… bem, elas morrem.

Mas coisas tão frágeis como um pensamento, um sonho, uma lenda, continuam.”

Escritores de épocas distintas – Huxley marcado pelo fascismo italiano ao qual conviveu na décade de 20; Palahniuk na esquizofrenia do século 21 – com aflições tão semelhantes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: