Aquilo que não foi dito

SilencioDosAmantes01

Quatro dores. Quatro amores. Quatro máscaras. Muitas incertezas, dúvidas e feridas. O garoto de 10 anos desprezado pelo pai por ser anão. A esposa que acreditava viver um casamento feliz, mas se depara com o suicídio do marido. O filho marcado pela morte da mãe alcoólatra. A mãe que se apóia numa fantasia para não aceitar o desaparecimento do filho.

SilencioDosAmantes02Baseado no livro O Silêncio dos Amantes de Lya Luft, a peça homônima montada pela Companhia Escola 2 Bufões, do Rio de Janeiro, e dirigido por Moacyr Góes retrata a incomunicabilidade nas relações afetivas e suas consequências.

Dividido em quatro monólogos, o espetáculo permeia a devastação de cada narrador diante daquilo que nunca foi dito, gerando dúvidas e ressentimentos em almas marcadas pela perda.

SilencioDosAmantes03O Silêncio dos Amantes me veio como uma prazerosa surpresa, já que não tinha qualquer expectativa sobre a peça. O cenário limpo, contando apenas com uma grande caixa com várias portas, é dominado pela grandiosa atuação dos atores que vivenciam as dores de seus personagens, amparados por anjos ora atenciosos e tristes, ora brincalhões e bêbados.

Dificuldades de comunicação ocultadas por máscaras do dia-a-dia e o aterrador silêncio da solidão conduzem o público por uma jornada de dor e vazio, emocionando até mesmo os corações mais duros.

Fotos: Milena Aurea.

Espetáculo apresentado nos dias 17, 18 e 19 de Julho de 2009, durante o Festival Internacional de Teatro de Rio Preto.

Anúncios

Uma resposta

  1. 😉 Sírrrrvo, gostei muito do seu texto! beijão!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: