FIT Rio Preto 2010 – Dias 20 a 24

Dia 20:

Lamartine Babo – Centro de Pesquisa Teatral – CPT SESC Consolação

Um belo show musical em homenagem ao compositor Lamartine Babo… mas ficou devendo no quesito linguagem teatral, principalmente pela reputação que CPT e Antunes Filho trazem de longa data.

Abracadabara – Luiz Paëtow

Escuridão e lanterninhas disputam a atenção do vozeirão misterioso de Luiz Paëtow que discorre um texto fragmentado e tocante, levando a platéia num semi-isolamento de auto-análise. O último a sair, acenda a luz.

Dia 21:

Felizardo – Grupo Banda Mirim

Teatro infantil com números circences e muita música para adulto nenhum botar defeito. Destaque para a construção dos personagens Aurora e Felizardo que fojem do estereótipo criança boba e ingênua.

O Pato Selvagem – Cia. Les Commediens Tropicales

Uma aula de como transformar um texto do século 19 em uma peça ultra-moderna, com um visual enlouquecedor e rechear de pitadas de surrealismo.

Dia 22:

Comida Alemana – Cristian Plana

O cenário é quase claustrofóbico, o texto e atuações são densos e extravasam tensão; O pouco do diálogo travado pelo grupo chileno é em alemão. Impossível não sair da sessão com um aperto na alma.

Mel – BlackBerries Wilted Company

Não recomendo para quem não conhece ou simplesmente não gosta de butoh. Caso contrário, delicie-se com a excelência técnica e poética do trabalho de Gerrah Tenfuss.

Dia 23:

Anatomia Frozen – Cia. Razões Inversas

Compensando o cenário simples, a dupla de atores com vestimentas de salas cirúrgicas dissecam, em atuações impecáveis, pedofilia e crimes hediondos em diferentes perspectivas. Comovente e revoltante na medida certa.

Os Cegos – Fantasmagorias Tecnológicas – Cie UBU Theatre

Uma experiência única que deixa o público imerso numa escuridão, quase compartilhando da cegueira dos 12 personagens-cabeças que parecem flutuar no palco. Vale a pena xeretar os mistérios técnicos da Cie UBU Theatre após a apresentação.

Dia 24:

A princípio tentei acompanhar um teatro de rua, mas o começo não foi muito empolgante e corri para pegar outra sessão de Os Cegos para aproveitar a experiência num local de melhor visualização. Por fim, depois de toda a maratona, tirei orestante do  último dia do FIT Rio Preto para descansar.

FITinianas

  • Finalmente foram publicadas algumas fotos no site oficial do festival, mas infelizmente poucas são boas.
  • Em compensação, a querida Juliana Merengue disponibilizou algumas belas fotos pelo flickr.
Anúncios

Uma resposta

  1. Exato!!
    Concordo com cada palavra.
    Gostei muito das peças desse ano, me fizeram sentir.
    Parabéns pelo blog 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: