Arquivos de Tag: Ilustração

BIG BANG BIG BOOM ou o stop-motion mais incrível do mundo!

BIG BANG BIG BOOM é “um ponto de vista não-científico sobre o começo e a evolução da vida… e como ela possivelmente poderá acabar”, mas prefiro classificar o vídeo do BLU como “a stop-motion mais incrível do mundo!” ao animar street art em diferentes espaços.

O vídeo que levou “meses de trabalho e centenas de baldes de tinta” foi dirigido e animado por BLU, produzido e distribuido por ARTSH.IT e a trilha é de Andrea Martignoni.

A Luta

Qual é o seu desenho animado preferido?

Eu tenho vários e é justamente por isso que gosto desta imagem:

bugsvshomerA luta acima cheia de convidados especiais é obra dos ilustradores Eric Wiese e Jack Gray para a revista Wizard em 2000 em homenagem à histórica capa Superman vs. Muhammad Ali de Neal Adams:

alivssupermanEm seu blog, Jack Gray conta os pormenores da criação da ilustração Homer vs. Pernalonga.

Julgando o livro pela capa

Apesar do ditado dizer que não devemos julgar um livro pela capa, é impossível não ter uma primeira impressão com o acabamento de um livro.

Critérios literários à parte, uma boa capa além de atrair leitores (e colecionadores) pode também não repelir possíveis leitores. Afinal, alguém mais desatento não levaria muito a sério, por exemplo, as capas (abaixo) do romance Os Três Mosqueteiros de Alexandre Dumas ou a sátira política Revolução dos Bichos de George Orwell.

dumasorwel

Do mesmo modo, a série Harry Potter abusa dos desenhos coloridos nas capas dos 7 volumes, já que as histórias de J.K. Rowlling são voltadas ao público infanto-juvenil.

harrypotter

Mas e se os livros do Harry Potter recebesse um acabamento mais “adulto”? Foi esse o resultado das capas elaboradas pelo designer M. S. Corley ao procurar dar aos livros de Rowlling uma roupagem semelhantes às capas clássicas da editora Peguin:

harrypotterpeguin

Com capas assim, eu até me interessaria pelos livros do tal bruxinho.

(Via: M.S. Corley)

Da TV pra Galeria

A galeria de arte 1988 de Los Angeles, em comemoração aos 5 anos de existência, abriu a exposição Idiot Box, apresentando diversas obras inspiradas em programas de televisão.

Selecionei algumas das minhas favoritas:

A Família Addamsaddamsfamily0001 Cemetary Lane, de Jeremy Harker; The Family, de Anthony Clarkson; Tish, de Doktor A.

Beavis & ButtheadbeavisbheadBunghole, de Rick Catlow e The Terrible Twosome, de Blinky. Note, na segunda imagem, a “participação” das Tartarugas Ninjas.

Ren & StimpyrenstimpyA dupla nem um pouco infantil do Nickelodeon ganhou a versão em pelúcia You Eediot!!!, de Jen Rarey e a pintura TV Eyes On You, de Marcus Schäfer.

Arquivo XarquivoxeciaOs inúmeros alienígenas da tv são investigados pela dupla Mulder e Scully em The Truth Is Out There, de Aaron Jasinki e em The Alf-Files, de Tim Tomkinson, os agentes especiais detêm o perigoso Alf.

Super VickysupervickySeason Five, de Adam Rex e Ted Lawson’s Big Mistake, de Joey Spiotto

Married With ChildrenmarriedchildrenUm dos melhores sitcoms dos anos 80/90 ganhou a pintura Love and Marriage, de Ken Garduno, com Al Bundy segurando o troféu de Marido do Ano, uma miniatura de sua esposa Peggy.

Minha Vida de Cão (My So-called Life)minhavidadecaoIn Like, My Humble Opinion, de Shannon Bonatakis.

MacGyvermacgyver_boxO multi-habilidoso personagem de Richard Dean Anderson virou boneco de acrílico e acompanha fita adesiva e canivete. A peça única foi criada por Wade Schin e já foi vendida por U$700,00.

SeinfeldseinfeldNa primeira imagem, Seinfeldology, de Kiersten Essenpreis, estão distribuídas 99 referências à série. Na imagem abaixo, Seinfeld, de Chris Murray, o destaque é o ridículo passinho de dança de Elaine.

Twin PeakstwinpeaksÉ claro que a série com o maior número de personagens estranhos não ficou de fora. Na imagem acima estão reunidas oito pinturas de Jesse Rigle e cada uma recebeu uma frase singular do personagem retratado como título. Do topo, da esquerda pra direita: Black as Midnight on A Moonless Night, Do Your Palms Ever Itch?, It’s My Civic Duty and I Like Whales, There Was a Fish… In the Percolator, The Things I Tell You Will Not Be Wrong, That Gum You Like Is Going to Come Back In Style, One Day My Log Will Have Something To Say About This e Hang Loose Haoles.

Abaixo, uma das peças mais interessantes da mostra: uma bela caixa preta, forrada em veludo vermelho com Laura Palmer “embrulhada em plástico” de porcelana. Assinada por Kiersten Essenpreis, a obra Black Lodge, Red Room & Laura Palmer está à venda por U$1.000,00.

laurabox

Outras imagens podem ser conferidas no blog da exposição Idiot Box.

Candyland

Olavo Rocha, que já tem no currículo as bandas Gianoukas Papoulas e Lestics (uma favorita da casa), avisa que está retomando seu projeto de quadrinhos com Guilherme Caldas, o Candyland. Além dos quadrinhos principais, também estão disponíveis outros trabalhos de ilustração. Quem já conhece as ilustrações dos materiais do Lestics vai gostar. Confere lá www.candyland.com.br

candylandblog